domingo, fevereiro 09, 2014

Receita homeopática para formação do poeta

Pegue uma palavra
E asse até dourar
Misture com outras
Em fogo brando
Adicione artigos
Pronomes e verbos
Salpique algumas
Figuras de retórica
De preferência use
Metáfora e metonímia
Espere virar o poema
Se não der certo
Tente novamente
Tente novamente
Tente novamente

Tente novamente

11 comentários:

Ingrid disse...

amei!
e assim segue em puro encantamento..
beijo e boa semana.

Lídia Borges disse...


E fica-se no "tentar novamente".É uma receita de dificuldade máxima e tempo indeterminado

Mas por este modo de dizer, fica-se a saber que um dia se consegue.

Beijo

Andrea Liette disse...

Umas gotas de sangue e alguma vertigem? Abraço, poeta!

Tania regina Contreiras disse...


:-) Tente novamente é um poema e tanto!

Beijos, mestre!

marlene edir severino disse...

Adoro cozinhar
mas tenho péssimo hábito
de modificar as receitas...

Mas juro
que vou tentar seguir esta

Tentar, tentar

Abraço carinhoso, poeta!

Ana Cecilia Romeu disse...

No teu caso, Assis, sempre dá certo.
E algo me diz que você não segue receita alguma!

Beijos e ótimos dias!

José Carlos Sant Anna disse...

Tente novamente até encontrar as íntimas cicatrizes...
Abração,

Ira Buscacio disse...

isso é que é receita de mestre!

bjs, poetaço

jorge pimenta disse...

a eterna demanda, na palavra como no que fica marcado no seu rasto... e como ela tenta e nos tenta...

abraço!

Cris de Souza disse...

Tente outra vez...

Leia Assis Freitas, ouça Raul Seixas.

teca disse...

Uma receita perfeita! Mas que poucos têm talento para experimentar...

Beijo imenso, poeta.