terça-feira, julho 02, 2013

Porque o silêncio caminha imenso em teus lábios II

ser ou não ser: eis
quisera pois
esquecer o que soo

8 comentários:

Joelma B. disse...

soar, soprar, sentir... melhor que ser!

beijo!

Índigo disse...

Intenso.

Lara Amaral disse...

Hum... muito belo!

José Carlos Sant Anna disse...

Ainda bem que há o silêncio...
Abração,

dade amorim disse...

Quando soamos, destruímos o silêncio...
Beijo.

Lídia Borges disse...


Sei! Como quem sabe de antemão que o eco é mudo...
Emudece!


Um beijo

Cissa Romeu disse...

Não há nada mais estridente que o silêncio, e dói nos ouvidos, e ecoa no coração, e pulsa, pulso.

Beijos!

eurico portugal disse...

o som e o ser: tantos infinitos!