domingo, junho 09, 2013

toma-me neste súbito que a palavra irá defenestrar

no teu sexo me escrevo
falo em espasmos
tudo se avulta em línguas
sílabas, salivas, redescobertas

9 comentários:

Tania regina Contreiras disse...


Súbitas palavras dançantes: belo, belo!

beijos,

teca disse...

Deslizantes versos...

Beijos.

Cris de Souza disse...

Do clima ao clímax.

Beijo, mestre!

eurico portugal disse...

há um arrepio a cavalgar o ar de palavras que sibilam, sussurram, salivam e saltam de boca em boca.

abraço!

Adri Aleixo disse...

Redescobertas: eis a palavra.
Beijo!

José Carlos Sant Anna disse...

Faltará o que contar depois das redescobertas? O melhor é guardar segredo.
Abr.,

Adriana Riess Karnal disse...

vosse está no auge,rsrsr, lindo poemeto

dade amorim disse...

Redescoberta mais exuberante, Assis.

Beijo.

Lídia Borges disse...


Defenestrou, a palavra?


Beijo