sábado, fevereiro 23, 2013

haikai de flor


inquieta lábia
fazer surgir
o sol da saia

5 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

Que sutileza para articular a linguagem do desejo!
Abr.,

teca disse...

Calentura total!!!

Beijos.

Tania regina Contreiras disse...


Sempre cheio de rebentos tua poesia. E nunca te falta. E nuca haverá de te faltar. E nem a mim, que a busco aqui e lá.

Beijos,

Lídia Borges disse...


Em flor!...

Beijo

Eleonora Marino Duarte disse...

um vento sobre a roda da saia...

:)

belo!