domingo, fevereiro 03, 2013

fragmento de pés, unhas e mãos atadas


se de amores eu me mato
ninguém duvide do afinco
rasga céu rouca trovoada
o brinco da minha amada

3 comentários:

Lídia Borges disse...


Não duvido do afinco. Quem pode duvidar quando um determinado brinco rasga "céu rouca trovoada".

Lídia

Anna Amorim disse...

Faço minhas as palavras da amiga Lídia.

dade amorim disse...

Não dá para duvidar...
Bj bj