quinta-feira, novembro 08, 2012

Todas as mulheres são eternas para o amor


Beijo a mão de deus
Na tua mão
Neste gesto de lucidez
Sou todo chão

E te amo a pupila
Que deslumbra
Fulgura no íntimo
No cerne de um voo

A cada dia que te beijo
Me salvo do naufrágio
Deste mar tão denso
De morrer sem ser amado

13 comentários:

Tania regina Contreiras disse...


Ser amada na pupila é sonho (ainda que não saibam) de toda mulher. Ai, ai, como é grande te ler!
Beijos,

dade amorim disse...

Que Deus nos proteja e conserve o amor que nos é mais caro.

Beijo.

teca disse...

Que o seu coração sempre esteja cheio de amor... e vida!!!!

Beijo e uma flor, com amor.

Luiza Maciel Nogueira disse...

como um bejo nos olhos que tudo ilumina pelo dengo

beijos

Jéssica do Vale disse...

Há também, de amar
na pele crua e nua!


Estou a seguir.

Everson Russo disse...

Beijo é o gosto bom do amor,,,da outra pessoa...da descoberta...abraços.

Mariani Lima disse...

"Sou todo chão" Achei isso bonito demais. Quanta devoção!!!
Lindo, poema! Conhecendo novos blogs,passando por aqui gostei do que li e fiquei.
Um abraço, Fica com Deus.

Ira Buscacio disse...

lúcido como quem conhece Afrodite
bj grande

Lily disse...


Os poetas nos fazem eternas.

Suzana Guimarães - Lily

Carlos Souza disse...

Lindo poema! Estava navegando por novos mares e avistei o teu mar. Gostei do que vi em teu mar poético e, com a tua permissão, pensei em ficar para me banhar mais vezes.

Carlos Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.