terça-feira, novembro 20, 2012

Porque você me escolheu para eu te amar


Na prateleira do mar havia fogo
Ondas incendiavam as retinas
Era tudo só velas em erupção

9 comentários:

Tania regina Contreiras disse...


Uma vela pode ser um vulcão!
Beijos,

Lídia Borges disse...


No avesso de um olhar
Há tanto, tanto para ver...

Sempre me surpreende este "jeito" de dizer.

Um beijo

Joelma B. disse...

mar rubro... de paixão!!

beijo, beijo, poeta!

Ira Buscacio disse...

O título, já se faz fogueira, o poema, então, labareda
Bj, poetaço

teca disse...

Um verdadeiro incêndio em alto mar!!!

Beijos.

Bípede Falante disse...

Se há a escolha, há a desescolha?
Me diz!!

beijoss :)

Luis Eustáquio Soares disse...

belo como adernar no mar
de amar.
a
l

dade amorim disse...

Ondas de fogo...
bj, Assis

Daniela Delias disse...

Vida, vento, vela.
Um mar com prateleira...que imagem mais bonita!

Lindo vc.

Bjo