segunda-feira, novembro 19, 2012

quase ninho, quase refúgio


quando a palavra pousa
sobre a asa
o passarinho faz sua casa

13 comentários:

Everson Russo disse...

Ninho do conhecimento,,,,abraços.

Cris de Souza disse...

Eis a árvore da poesia!

Tania regina Contreiras disse...

Palavras em asas são palavras aladas.
Beijos,

Bípede Falante disse...

passarinho que faz casa, cuida da passarinha e de quem mais precisar de ninho :)

bonito, Assis!!

beijoss

Leonardo B. disse...


[universais,

esses arrumos da casa
do chão primeiro da palavra

universal.]

um imenso abraço, Assis

Leonardo B.

Smareis disse...

Por sinal uma casa cheia de poesias e conhecimento.
Adorei!
Virei uma seguidora desde já.
Grande abraço!
Ótima semana!

Lídia Borges disse...


Há palavras aninhadas no aconchego da asa.

Poucas e belas!

Catia Bosso disse...

E a torna um lar!


bjsMeus
CAtita

Daniela Delias disse...

perfeição!!!

ninho e refúgio.

bjo, cheiro

Everson Russo disse...

Um bom dia pra ti amigo...abraços.

Ira Buscacio disse...

pousa, pausa, asa
bj, mestre

dade amorim disse...

Uma linda imagem!
Bj bj

Domingos Barroso disse...

uma casa protegida e aberta
ao tempo
...


forte abraço,
irmão.