sábado, julho 13, 2013

Outra canção para prelúdio e primícias

 Prelúdio

A chuva é só um detalhe líquido
A rosa um detalhe rubro
O arrebol um detalhe lúdico
O ocaso um detalhe lúcido

Primícias

Ensandecido, assim, de ausências
Desenho a solidão numa árvore


14 comentários:

Verso Aberto disse...


ah
arrebatador

grande mestre Assis

(será que um dia chegarei lá?
rsrssr)

Lídia Borges disse...


"Ensandecido, assim, de ausências
Desenho a solidão numa árvore".

Imenso detalhe!

Beijo



Anônimo disse...

Me too!

Ira Buscacio disse...

Detalhes que jamais passarão discretos pelo poeta.

Belo de toda beleza!
bj, poetaço

dade amorim disse...

Detalhes bem significados, em Prelúdio. Em Primícias, a solidão numa árvore fecha com talento o tema das ausências.

Beijo, Assis.

Ingrid disse...

sensual..
belíssimo..
beijos poeta!
linda semana..

teca disse...

Bom demais, poeta!

Beijos.

Tania regina Contreiras disse...


Detalhes definidos poeticamente: demais!

Beijos,

Adri Aleixo disse...

Eu fiquei assim enternecida de arrebóis...

Beijos!

Joelma B. disse...

teu verbo, um detalhe único!

beijos, poeta!!

Cecília Romeu disse...

Detalhes com acabamento em si,
sem dó.

Beijos, moço-poeta!

José Carlos Sant Anna disse...

É tão bom o tempo dos prelúdios e das primícias...
Abraços, poeta,

Cris de Souza disse...

Outra grandeza!

Beijo.


eurico portugal disse...

bátega de sensações a embater com estrépito no peito seco...

abraço!