sábado, maio 18, 2013

fragmento para uma ausência (esta)


meu pouso é outro lugar
aquele onde não existo
mas descanso meu corpo

9 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

Ter um lugar para descansar o corpo já é uma conquista.
Abr.,

Lara Amaral disse...

Ah, é bem assim que sinto...

Beijo!

Luiza Maciel Nogueira disse...

um descanso merecido

um beijo

Lídia Borges disse...


Gosto desse lugar de descansar. Falta-nos, por vezes.

Lídia

Luiz Eurico disse...

Um não-lugar, uma atopia, só pode existir pela Poesia...

abç fraterno

Leonardo B. disse...


[fragmento maior

para a construção do mundo;
estamos salvos onde a palavra respira.]

um imenso abraço, Assis

Lb

Eleonora Marino Duarte disse...

pássaro.


beijos, poeta.

dade amorim disse...

Ausências às vezes são difíceis de explicar, mas não essa.

Beijo, Assis.

eurico portugal disse...

tantos estados e nenhum verdadeiramente é.