segunda-feira, fevereiro 25, 2013

fui morto por tua ausência


por que vieste
de tão longe
para me esquecer

11 comentários:

Lara Amaral disse...

Nossa, muito bom!

Beijo.

Lídia Borges disse...


Penélope!...


Um beijo

Joelma B. disse...

E levou o porquê!

Beijo!

dade amorim disse...

Triste e belo, Assis.
Beijo

José Carlos Sant Anna disse...

Este esquecimento é algo movente.
Abr.,

Ira Buscacio disse...

na ausência, todos acabamos esquecidos

muito belo!
bj, poetaço

Rose disse...

Na pequenez de seus versos dissestes muito. Me sinto em minha casa poética estando aqui. Adorei! Te convido a ver como nos parecemos em nossos silêncios... Seguindo para não perder o caminho de volta. Abraços Poeta!

Jota Effe Esse disse...

A saudade é um mal sem cura, se dura, mata. Meu abraço.

Cris de Souza disse...

Além!

LauraAlberto disse...

certeiro

beijinho

Adri Aleixo disse...

Por quê?