quinta-feira, janeiro 31, 2013

quase sólido, quase gasoso


por mais muro que tu sejas
deve existir o lugar explícito
para que o sopro te faça ruir

9 comentários:

Ira Buscacio disse...

há muros fingidos de incaíveis, só fingidos!
bj, mestre e poetaço

Olívia disse...


"Deve existir", sim!

Nenhum muro pode ser tão sólido...

Beijo

Adri Aleixo disse...

Sempre existe, Assis!

Beijo!

Lídia Borges disse...


O calcanhar de Aquiles!...


Lídia

Ingrid disse...

uma simples fraqueza..
um simples sussurro..
beijos querido..

Luiza Maciel Nogueira disse...

bárbaro, umpoema grandioso!

bjs

Everson Russo disse...

Sempre haverá um ponto fraco...abraços de bom final de semana.

Cris de Souza disse...

Verso em estado alterado!

Anônimo disse...

Os pontos fracos revelam-nos.

Beijo!