sábado, dezembro 08, 2012

Quase travo, quase amargor


Primeiro eu comecei
Depois quis continuar
Agora já não sei partir

11 comentários:

Tania regina Contreiras disse...


Raízes se fizeram?
Beijos,

Janice Adja disse...

Na dúvida é melhor que não vá.
Beijos!!

Joelma B. disse...

céu a gosto de quem...

beijo!

Everson Russo disse...

Inquietudes de um coração...abraços de bom sábado.

Fred Caju disse...

É fueda.

Felipe Terra disse...

Talvez começou dormindo...
Agora, estando acordado, não sabes começar...

Abraço Assis,
do Felipe.

Lau Milesi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ira Buscacio disse...

a velha história de que quem procura acha. E quando acha?
bj grande, poetaço

Lídia Borges disse...


"Primeiro estranha-se, depois entranha-se".
Costuma dizer-se por aqui.

Lily disse...


Entendo quase tudo de quase...

Suzana Guimarães - Lily

Anna Amorim disse...

Poder partir é liberdade de escolha para caminhos plenos de infinitudes ou novos trajetos contruir!

Beijos,