sábado, novembro 10, 2012

quando o cheiro do amor invade as retinas II


dentro de mim eu cismo
tanta areia no meu peito
e nos olhos há um cisco

8 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Eita,
Que poema!!!

Muito interessante Assis]
Um abraço!

Tania regina Contreiras disse...

O que vai no coração sopra pros olhos!

Beijos, querido.

Everson Russo disse...

Um cisco que incomoda de amor..abraços.

teca disse...

Poemas curtinhos que dizem tanto...

Beijo e uma flor.

Jéssica do Vale disse...

Que faz chorar um rio inteiro!

(Culpa do cisco)

Ira Buscacio disse...

cismação é msm coisa de amor
bj

Dulce Morais disse...

Excelente haicai!
Adoro!

Bípede Falante disse...

de cisco em cisco se chega ao coração ou ao pulmão...

beijoss