quarta-feira, dezembro 18, 2013

Se eu não tivesse morrido de amor por ti



Eram antigos dons de fada
Fazer nascer arco-íris
Alumiar jirau e estrado
Tu me foste assim
Quando da tua pele corria néctar
E dos meus olhos corroídos
Fizeste uma caixa de madrepérolas

16 comentários:

AC disse...

Ainda há quem se iluda com troféus, fruindo, na intimidade, penas e cantos. Como se já tivessem sido dados todos os passos.
Em grande, Assis!

Abraço

Breve Leonardo disse...


[e se ao morrer no mundo

que aconteça,
mas entre as mãos estejam
os primeiros versos dum poema de amor.]

um enorme abraço, Assis

Lb

José Carlos Sant Anna disse...

Não há como negar a voz do destino: o sol aquece todas as suas palavras.
Abraços,

Lídia Borges disse...


Não sei o que dizer. Há tanto de luz como de sombra, tanta sombra alumiada...

Beijo

Joelma B. disse...

ter sido
ou
tecido

será que
ter céu?

beijo!

dade amorim disse...

Assis, desejo que teu Natal seja cheio de alegrias! E que o amor tome conta de tua vida, do jeitinho que vc canta em teus poemas.

Beijo

Adri Aleixo disse...

Ah o que dizer? Tudo seria pouco.
Fico a imaginar.
Beijos

Ana Cecilia Romeu disse...

E tudo se faz possível pelas mãos do poeta, o arco-iris, a luz, e duas caixas de pensamento.

Beijos, Assis!

jorge pimenta disse...

há lugares que são assim mesmo: faunos dispersos pelo bosque a inventar magia - os lugares da pele.

abraço!

Tania regina Contreiras disse...


Você é um artesão com as palavras, Assis Freitas. A delicadeza e o brilho de sua lira me faz sempre pensar em como é bom saber que existe gente como você. Gente que é verso raro do Grande Poema Cósmico.

Beijos,

Adriana Riess Karnal disse...

ai este poeta que fala em madrepérolas...como se fosse tudo simples, como se fossem apenas olhares.

Ira Buscacio disse...

nenhum poeta deveria existir antes de morrer de amor

um grande beijo, poetaço

Isa Lisboa disse...

Deixo o meu desejo de um Feliz Natal e de um 2014 sempre com criatividade!

Fred Caju disse...

Aqui nasce um monte de arco-íris.

Ingrid disse...

querido Assis,
venho desejar felizes festas!
também agradecer a companhia neste ano que finda..
beijos e muita inspiração em 2014!

Indigo Horizonte disse...

Son bellas las perlas que deja el amor sobre la piel.